Depoimento aponta que desejo de presidir a Câmara teria motivado gravações em Casimiro de Abreu

O alegado interesse público teria passado longe da cabeça do vereador Leilson Ribeiro da Silva, o Neném da Barbearia (foto), quando ele decidiu fazer as gravações que entregou ao Ministério Público para, segundo afirmou, comprovar as tentativas de compra de voto para reprovar as contas do ex-prefeito de Casimiro de Abreu, Antonio Marcos Lemos. Pelo menos é isso que sugere parte do depoimento prestado ao MP pelo também vereador Bruno Miranda, denunciado por Neném como sendo um dos representantes do prefeito Paulo Dames no esquema. Segundo Bruno, 15 dias após as contas do ex-prefeito serem aprovadas ele começou a ser chantageado para que votasse em Neném para presidente da Câmara e cedesse uma assessoria sua para o autor das gravações.

A nova eleição para a formação da Mesa Diretora da Câmara tem de acontecer até o fim da legislatura de 2018, para que o novo presidente da Casa assuma em janeiro de 2019 e Neném, segundo a fala de Bruno sugere, teria interesse em disputar o cargo. De acordo com um vereador que se deparou com Neném no fórum da cidade, quando esse saía da sala onde prestara depoimento, Leilson Ribeiro teria dito que fora usado por Antonio Marcos. Se comprovadas as declarações de Bruno, Neném poderá ficar em maus lençóis.

Com o avanço das investigações por parte da 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva (núcleo Macaé) e Promotoria de Justiça de Casimiro de Abreu, alguns dos que acompanham o caso mais de perto acham muito difícil que os três vereadores afastados – Neném, Bruno Miranda e Rafael Jardim – retornem à Câmara.

Já foram ouvidos todos os membros da Câmara, inclusive o vereador Ramon Gidalte, que ao contrário do que chegou a ser noticiado, não havia se negado a depor. Muito pelo contrário. Ele atendeu ao chamado na última quarta-feira (25) e prestou depoimento por cerca de uma hora. Também foi ouvido o vice-prefeito Adair Abreu de Souza, o Kinha, que depôs na condição de testemunha.

Leia Também

Talita Bernardo vence a primeira no UFC ao bater Sarah Moras

A brasileira Talita Bernardo, da equipe IFTeam de Barra de São João, mostrou personalidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *