Ex-prefeito de Silva Jardim continua preso

Ficará a cargo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidir se o ex-prefeito de Silva Jardim Wanderson Alexandre (foto) fica ou sai da cadeia. Na tarde de hoje, o ex-prefeito teve sua prisão revogada referente ao processo que apura fraude em licitações e organização criminosa em Silva Jardim. Wanderson, juntamente com o vereador Roni Pereira da Silva, o assessor chefe do Gabinete Claudio Rocha da Silva e Jorge Araújo, integrante da equipe de apoio da comissão geral de licitações do Município foram presos no dia 29 de novembro.

O segundo mandado de prisão ocorreu este ano. O ex-prefeito, juntamente com a vereadora Marcilene Xavier teriam fraudado atas referentes a convenções partidárias no ano de 2016, quando Wanderson concorria à reeleição.

Por conta dos imbróglios com a justiça, Wanderson não assumiu o cargo de deputado estadual. Ele foi eleito pelo Solidariedade no pleito de 2018. Wanderson tem até 1º de abril para tomar posse. Ele impetrou recurso junto ao TSE a fim de reverter decisões contrárias em primeira e segunda instância. 

Leia Também

Silva Jardim poderá ter eleição suplementar este ano

Se cassação da prefeita for confirmada pelo TRE Os eleitores de Silva Jardim, pequeno município …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *