Fernanda Montenegro volta à cena em nova novela

No novo folhetim Fernanda Montenegro será Mercedes, moradora da fictícia Pedra Santa. Muito respeitada por todos, ela nutre um amor eterno por Josafá (Lima Duarte) / Raquel Cunha-RG

A atriz terá um importante papel na trama de “O Outro Lado do Paraíso” que estreia ainda este mês na tela da Globo

 Considerada a Dama da Televisão brasileira, com mais de 70 anos de carreira, Fernanda Montenegro foi escalada para fazer a diferença na novela “O Outro Lado do Paraíso”, trama que está sendo escrita por Walcyr Carrasco e que em breve substituirá “A Força do Querer”, uma das maiores audiência da Globo dos últimos tempos.

No novo folhetim, Fernanda Montenegro será Mercedes; importante personagem, Mercedes é moradora da fictícia Pedra Santa, na região do Jalapão e sua fama atravessa fronteiras. Muito respeitada por todos, ela é uma mulher mística, rezadeira, que escuta vozes, e está sempre disposta a ajudar o próximo com seus conselhos. Mercedes também transformou sua casa, onde vive com a única neta Cleo (Bruna Santos/Giovana Cordeiro), em um grande abrigo para receber as pessoas quando chegar o fim do mundo. Em um galpão, ela estoca mantimentos, água potável, sementes e itens essenciais para sobrevivência.  “Eles”, como ela se refere às vozes, antecipam acontecimentos, fazem alertas e passam orientações, às vezes de forma cifrada. Por isso, quando Clara (Bianca Bin) avisa que vai casar-se com Gael (Sergio Guizé), rapaz de família rica de Palmas, Mercedes não tem bom pressentimento. Ela conhece Clara desde criança e tem intimidade para alertar a neta de Josafá (Lima Duarte) de que coisas ruins estão por vir, mas a jovem prefere seguir o coração. Josafá é outro que mantém forte ligação com Mercedes. No passado, os dois tiveram um romance, que não foi adiante, mas ainda assim a amizade entre eles permaneceu. No fundo, ele se ressente por esta situação e tem a esperança de, um dia, reviver esse amor com Mercedes. É nela que ele buscará forças para enfrentar o período mais difícil de sua vida: a fase em que Clara desaparece sem deixar rastros.

Apesar de seus quase 88 anos de idade, o charme, a pele e o carisma da atriz impressionam, por isso mesmo que na nova novela das nove Fernanda Montenegro precisou recorrer à maquiagem para parecer uma anciã. Na vida real, a atriz não aparenta a idade que tem!

“O Outro Lado do Paraíso” mostrará que a Lei do Retorno e da crença de que um dia a justiça chega para todos, vai contar uma história de amor, ambição e vingança. Promete sucesso!

Mas, voltando a falar de Fernanda Montenegro, ela nasceu em 1929, na cidade do Rio de Janeiro, numa casa de portugueses e italianos e foi batizada com o nome de Arlette Pinheiro Esteves da Silva. Fernanda enveredou-se no meio artístico aos 15 anos de idade quando participou de um concurso da Rádio MEC que selecionou redatores, locutores e atores de rádio. A estreia no teatro foi em 1950, na peça “3.200 Metros de Altitude”, ao lado de Fernando Torres.

A história deste “monstro sagrado do teatro” é extensa e digna de nota. Ela foi a primeira atriz contratada da TV Tupi do Rio de Janeiro e ficou na emissora entre 1951 e 1953. No ano de 1952 ganhou o prêmio de Melhor Atriz Revelação da Associação Brasileira dos Críticos Teatrais por seu trabalho em dois espetáculos. Nesta mesma época fez parte da Companhia Maria Della Costa e do Teatro Brasileiro de Comédia.

Ao lado do marido, Fernando Torres, montou a Companhia dos Sete congregando na época os atores Sérgio Britto, Ítalo Rossi, Giani Ratto, Luciana Petruccelli e Alfredo Souto. Desde então, recebeu vários outros prêmios por seu trabalho. No ano de 1970 afastou-se da televisão durante nove anos. A sua volta deu-se em 1979 quando participou de “Cara a Cara”, novela de Vicente Sesso exibida pela TV Bandeirantes.

A sua estreia na Globo foi em 1981 em “Baila Comigo” interpretando Sílvia Toledo Fernandes e logo depois apareceu em “Brilhante” na pele da milionária Chica Newman.

Inesquecíveis mesmo são suas cenas ao lado do saudoso Paulo Autran, na primeira versão de “Guerra dos Sexos”, de Sílvio de Abreu, na qual eles viveram os primos Charlô e Otávio. No ano de 1986, em “Cambalacho”, novamente numa história de Sílvio de Abreu, ela protagonizou situações hilárias na pele de Naná, ao lado de Gegê, personagem do também grandioso e saudoso Gianfrancesco Guarnieri.

Os personagens marcantes são inúmeros. Tem a Vó Manuela, de “Riacho Doce”; Salomé, em “A Rainha da Sucata”; Olga Portella, em “O Dono do Mundo” e centenas de outros. No ano de 1999 foi condecorada com a maior comenda – a Ordem Nacional do Mérito Gran Cruz.

A atriz tem seu nome ligado ao cinema brasileiro e coleciona inúmeras premiações nacionais e internacionais. Em “Central do Brasil”, de Walter Salles que foi indicado ao Oscar por sua atuação a atriz ganhou o prêmio Urso de Prata no Festival de Cinema de Berlim. Mas o maior prêmio que Fernanda Montenegro conquistou em sua carreira, veio quando ela foi premiada durante a 41ª edição do “International Emmy Awards”, na cerimônia de gala que aconteceu em Nova York, nos Estados Unidos, Fernanda venceu na categoria Melhor Atriz por Dona Picucha, da série “Doce de Mãe”. Ela foi a primeira atriz brasileira a vencer o “Emmy” e a única já indicada ao Oscar, Fernanda recebeu a estatueta no palco das mãos do ator americano Steve Guttenberg.

Fernanda Montenegro casou-se com o também ator Fernando Torres em 1953 e eles tiveram dois filhos, a atriz Fernanda Torres e o cineasta Cláudio Torres. O marido da atriz morreu em 2008.

Apesar da fama, a família de Fernanda Montenegro sempre foi muito discreta e não é dada a badalações.

 

Leia Também

Diário de Um Banana – Caindo na Estrada

Greg (Jason Drucker) convence sua família a embarcar numa viagem para ir ao aniversário de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *