Justiça deverá decidir quem vai presidir a Câmara de Vereadores de Silva Jardim: vice se acha no direito de comandar a Casa sem eleição

Sentado na cadeira de presidente desde a prisão do titular, o vereador Jazimiel Batista Pimentel, Miel da Biovert (foto) vai ter de defender o “trono” na Justiça. Pelo entendimento da Procuradoria da Casa o cargo é dele por direito, porque ele e o hoje prisioneiro Roni Pereira da Silva foram reeleitos de forma antecipada no dia 4 de setembro de 2017 para o biênio 2019/2020, mas a única voz de oposição, vereadora Ana Kelly Xavier, defende a realização de uma nova eleição para compor a mesa diretora. Ela já comunicou isto ao Ministério Público e como Miel se nega a convocar a eleição, um mandado de segurança poderá ser impetrado.

Esta é a segunda vez que Jazimiel Batista Pimentel assume a presidência da Câmara. A primeira foi no dia 22 de setembro de 2017, 12 dias após ele ter sido reeleito vice-presidente na chapa encabeçada por Roni, que foi afastado pela Justiça por denúncia de irregularidades na contratação de uma empresa para realizar um concurso público que deveria acontecido em 2016, mas nunca saiu do papel.

Miel voltou a ocupar a presidência no dia 1º de dezembro de 2018 com a prisão do titular: Roni teve prisão preventiva decretada sob a acusação de integrar uma organização criminosa, que teria como líder, segundo o Ministério Público, o ex-prefeito e deputado estadual eleito pelo Solidariedade, Wanderson Gimenes Alexandre, o Anderson Alexandre.

Leia Também

Fiocruz: 7,7% dos brasileiros usaram maconha pelo menos uma vez

Levantamento nacional aponta a droga como a mais consumida no país A maconha é a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *