Polícia prende por fraude ex-prefeito e vereador de Silva Jardim

O ex-prefeito de Silva Jardim, município da Região dos Lagos, Wanderson Gimenes Alexandre, foi preso na manhã desta sexta-feira (30), em operação da Polícia Civil e do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro. Também foi preso o presidente da Câmara de Vereadores da cidade, Roni Pereira da Silva. Eles são acusados de integrar esquema de arrecadação de vantagens ilícitas.

A organização criminosa mantinha o esquema a partir da solicitação de valores hipotéticos a empresários, segundo o MP. Em troca, o então prefeito oferecia contratos com o município que, por sua vez, eram firmados por meio de fraudes em processos de licitação.

Eleito este ano deputado estadual pelo Solidasriedade (SD), Wanderson Gimenes Alexandre tem a posse marcada na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) para janeiro de 2019. Ele havia se afastado do cargo para disputar a eleição.

Ao todo, a polícia cumpriu quatro mandados de prisão preventiva nesta sexta-feira. Também são alvos da operação Cláudio Renato Rocha da Silva, que ocupava a função de assessor-chefe do gabinete do então prefeito, e Jorge Luiz Araújo, nomeado por Wanderson Gimenes como membro da equipe de apoio e substituto eventual do pregoeiro da Comissão Geral de Licitações da cidade.

Leia Também

TCE aponta falta transparência na Câmara de Silva Jardim

O presidente da Câmara de Silva Jardim, Jasmiel Batista, o Miel da Biovert (foto), está …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *