Prefeito interino de Silva Jardim pode sair do cargo se o TSE decidir pela volta do ex-presidente da Câmara ao mandato

A interinidade do vereador Jaime Figueiredo como prefeito de Silva Jardim, pequeno município do interior do Rio de Janeiro, pode ser mais curta do que ele imagina. É que quem está acompanhando a tramitação dos recursos impetrados pelos três vereadores que tiveram os mandatos cassados pelo TRE-RJ, alerta que se o terceiro deles, Jazimiel Batista (foto), o Miel da Biovert, conseguir reverter a situação – como já aconteceu com Adão Firmino e Roni Luiz Pereira da Silva – Miel poderá assumir a Prefeitura, já que era ele o primeiro na linha sucessória até que um acórdão o tirasse o mandato.

Conforme já foi noticiado, o ministro Luis Felipe Salomão, do Tribunal Superior Eleitoral, suspendeu os efeitos do acórdão em relação aos vereadores Adão e Roni. O acórdão foi definido com base nos mesmos argumentos do Ministério Público, assim com a suspensão dos efeitos foi feita com alegações semelhantes da defesa.

Jaime só é prefeito interino porque Miel foi cassado, o que deixou vago o cargo de presidente da Câmara. Com a saída da prefeita Maria Dalva Nascimento a Casa teve de escolher um novo presidente para que este pudesse assumir a Prefeitura. Se a cassação for suspensa o entendimento é o de que Miel retorna à presidência da Câmara, voltando a ser o sucessor imediato da prefeita cassada, com Jaime reassumindo o mandato de vereador.

Na opinião de um importante advogado que milita na Justiça Eleitoral no Rio e em Brasília, as chances de Miel recuperar o mandato – como já ocorreu com os outros dois, são grandes: “Em minha avaliação o Jazimiel também volta e os três vereadores cassados concluirão seus mandatos, mas o acórdão não será suspenso em relação à prefeita e a eleição suplementar realmente vá acontecer”, disse ele.

Leia Também

Silva Jardim: prefeita cassada deixa dívida com a previdência dos servidores: sete parcelas de um débito de R$ 2,8 milhões estão em atraso

Concorde ou não a direção do órgão, as contas do Instituto de Previdência dos Servidores …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *