Vereador pede afastamento de prefeito de Casimiro; “É um serial killer do serviço público”

Se depender do vereador Ramon Gidalte, o destino do atual prefeito de Casimiro de Abreu, Paulo Dames, tem que ser o mesmo de seu antecessor, Antônio Marcos e de um ex-presidente de Câmara, Alessandro Pezão: afastamento do cargo, e quem sabe, a cadeia. “O prefeito não para de cometer crimes. É um serial killer, tem que ser afastado.”, explodiu Ramon na sessão de terça-feira (27).

A lista das irregularidades de Paulo Dames, segundo Ramon, é extensa e passa inclusive pela omissão de parte dos vereadores – com exceção dele e de Adriano Lima, todos os outros sete parlamentares são da base do governo. A primeira falha diz respeito à votação do orçamento de 2019. Sem tempo para analise, a Lei Orçamentária para 2019 foi votada a toque de caixa. Ramon não perdeu a oportunidade de alfinetar, Alex Neves, genro do prefeito e espécie de “porta-voz de Paulo Dames, no Legislativo. “Infelizmente a Câmara de Casimiro não se posiciona. De que adianta o vereador Alex falar de conferencia de adolescentes se não temos políticas públicas para jovens e adolescentes que a cada dia mais se envolvem com a marginalidade, acrescentando que de nada adianta votar um orçamento de R# 300 milhões para 2019 sem que haja fiscalização para o destino das verbas.

Mais irregularidade. As consequências da má gestão e do desdém do prefeito, refletem na cidade. Segundo Ramon, o comércio tem fechado as portas, enquanto o funcionalismo público vive numa penúria de quatro anos sem reajustes salariais.  Paralelamente a isso, a má gestão governamental traz como consequência a crescente insegurança pública e a irregularidade nos serviços públicos.

_ O município não melhora.  O comércio fecha as portas, há falta de segurança e o funcionalismo tem salários de fome. Há irregularidades em obras e licitações. Só a reforma da ponte de arame (uma ponte de madeira suspensa por cabos) custou R# 170 mil. A limpeza do Parque de Exposição (ocorrida por ocasião dos festejos de aniversário da cidade e que envolveu a varrição do local), R$ 130 mil. Sem falar em licitações para favorecer amigos do prefeito. Já falei de dinheiro oferecido a vereador pra rejeitar conta de ex-prefeito. Infelizmente os ilícitos continuam

Segundo o vereador, que foi prefeito entre 1997 a 2000, não há desculpas para o atual governo deixar de trabalhar por falta de recursos. Nos últimos dois anos, a principal fonte de recursos do município, os royalties do petróleo, voltaram a subir. Em 2017, entraram nos cofres 55 milhões. Somente em novembro deste ano foram nove milhões e estima-se que até o final do ano o valor total auferido com essa receita chegue a R$ 90 milhões.

Mas nem isso faz, segundo Ramon, Paulo Dames administrar melhor Casimiro de Abreu. As reclamações vêm de todos os lados. “Uma menina grávida de seis meses precisa de uma ultrassonografia, mas só poderá fazer em fevereiro. O transporte dos estudantes é retirado. A cidade está às traças e o prefeito está desfilando como se nada estivesse acontecendo”, fuzilou Ramon.

O vereador chegou a denunciar crime de falsidade ideológica em órgão da prefeitura e até contratação de funcionários fantasmas. Mas tudo isso, passa a olhos vistos da Câmara, sem que nada seja feito.

_ Espero que os crimes contra a população parem de ser cometidos. Esse homem tem que ser afastado. Conclamo a Casa para afastar esse prefeito. A gente denuncia e ele continua a fazer. A justiça tem que se manifestar e fazer, a exemplo do que fez, no poder Legislativo, uma limpa no Executivo.

Leia Também

Compra de remédios pela prefeitura de Araruama vira caso de polícia

A secretaria de Saúde, a Prefeitura e a Câmara de Vereadores precisam esclarecer algumas dúvidas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *