“Viúva da Mega Sena”, tem mais um habeas corpus negado

Adriana Ferreira Almeida (foto), condenada pela morte de seu companheiro Renné Senna, teve negado mais um pedido de habeas corpus. A decisão foi na quarta-feira, dia 13, do desembargador Claudio Tavares, da 8ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

Adriana foi sentenciada, em dezembro de 2016, a 20 anos de prisão pela morte de Renné. Há 17 anos, o lavrador ganhou prêmio de R$ 52 milhões na Mega-Sena.

Adriana teve um mandado de prisão expedido no mês passado pela 2ª Vara Criminal de Rio Bonito, mas ainda não foi presa por não ter sido encontrada em nenhum dos endereços que constam no processo.

Leia Também

Juíza prorroga proibição de aumento de tarifa de água em Silva Jardim

A juíza da 1ª Vara Civil de Araruama prorrogou por mais seis meses liminar que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *