Araruama e outros três municípios podem reduzir impostos para atrair indústrias

Os municípios de Araruama, Cachoeiras de Macacu, Casimiro de Abreu e Rio Bonito foram incluídos diretamente na Lei 6979/2015, que concede tratamento tributário especial às indústrias instaladas na região. Decisão da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, que aprovou em discussão única, nesta terça-feira (22/03), o Projeto de Lei 4297/2021, do deputado estadual Anderson Alexandre (foto). Agora o governador Cláudio Castro (PL) tem 15 dias para sancionar ou vetar.

“O atual governo tem trabalhado por todo Estado, mas sempre podemos melhorar. A inclusão de Silva Jardim e Tanguá foi uma luta do nosso mandato obtida recentemente; e agora chegou a vez de Araruama, Cachoeiras de Macacu, Casimiro de Abreu e Rio Bonito. São municípios com características econômicas próprias e com grande potencial de crescimento. Através do regime tributário diferenciado, poderão atrair mais indústrias, contribuindo para a geração de empregos e melhor vida para as famílias”, defende o deputado estadual Anderson Alexandre.

O substitutivo ao Projeto de Lei 4297/2021 foi publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (23/03), já com a atualização da Lei 6979/2015, que atualmente beneficia 64 municípios.

Artigo anteriorCláudio Castro anuncia investimentos na Região dos Lagos
Próximo artigoPrefeita de Silva Jardim tem salário maior do que prefeitos de capitais