JUSTIÇA MANDA PROLAGOS LIMPAR BARRAGEM DE JUTURNAÍBA

Foi preciso que a Procuradoria Jurídica do Município acionasse a Justiça para que a Prolagos abra de forma moderada as comportas e desobstrua os vertedouros da Barragem de Juturnaíba.

A Justiça determinou a retirada da vegetação flutuante em 24 horas sob pena de multa diária de R$50.000,00 (cinquenta mil reais); ainda mandou intimar o Diretor Presidente do Comitê de Bacia Hidrográfica Lagos São João para que no prazo de 48 horas apresente manifestação técnica de abertura moderada das comportas.

Em dezembro a empresa já havia sido comunicada por ofícios da Secretaria de Meio Ambiente de Silva Jardim à PROLAGOS sobre o problema. A empresa negou executar o pedido, enviando carta para o Comitê de Bacias Hidrográfica Lagos São João, que através dos seus representantes afirmava não precisar abrir as comportas pois a água escoa normalmente pelo vertedouros, não levando em conta a quantidade de vegetação obstruindo os vertedouros e aumentando o nível da represa, fazendo a água invadir ruas e prédios do Bairro lagoa de Juturnaíba.
Artigo anteriorPrefeita de Silva Jardim afasta médico acusado de omissão
Próximo artigoRessaca de Natal em Casimiro de Abreu: Com medo do MP prefeito retém pagamento da empresa que alugou guarda-chuvas a R$ 201