Lapec
CMM

Eleições em Silva Jardim: todos os candidatos estão aptos a participar

Efeito suspensivo garante a Jaime Figueiredo direito de concorrer

Por Cezar Guedes em 02/03/2020 às 17:23:35

Após uma saraivada de ações, recursos e embargos, Silva Jardim conhece no próximo domingo 8 o novo prefeito que governará o município durante nove meses de 2020. Sete candidatos disputam o pleito: Antônia Benfeitas (PRTB), Evandro Pietrafessa (Avante), Pastor Júlio Cezar Delphino (Podemos), Maria Dalva Nascimento (Solidariedade), Válber Tinoco (Republicanos), Jaime Figueiredo (Pros) e Zilmara Brandão (PL).

Até o início da semana passada, Jaime estava com sua candidatura indeferida, porque não teria cumprido prazo para filiação no PROS, mas recorreu ao TRE e concorre sob efeito suspensivo. Sua situação será definida pela Justiça Eleitoral após 8 de março, mas tem quase toda a semana para fazer campanha e propaganda eleitorais.

Por que eleição em março - Em setembro do ano passado, o TRE cassou o diploma da ex-prefeita Marida Dalva Nascimento, a Cilene, por suposta compra de votos, abuso de poder político e econômico e uso indevido dos meios de comunicação nas eleições municipais de 2016. Ela fora eleito vice-prefeita, na chapa de Anderson Alexandre, após renúncia dele.

O afastamento dela do cargo foi confirmado Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no entanto, a Corte derrubou sua condenação por inelegibilidade de oito anos, dada na primeira instancia.

Com prefeito e vice fora,foi necessário suprir o cargo. Em outubro, o vereador Jaime Figueiredo foi escolhido indiretamente pela Câmara. A eleição indireta foi determinada pelo TRE.


Mosquito

Comentários

Otica lider