“Pecado Capital”, uma grande novela para ser revista

Na versão original de “Pecado Capital”, Betty Faria interpretou Lucinha e Francisco Cuoco, Carlão, o motorista de taxi que encontra em seu carro uma mala cheia de dinheiro / GB Imagem  

E o Globoplay não para de surpreender os “noveleiros” saudosistas de plantão. Desde a última segunda-feira, está disponível aos assinantes da plataforma a primeira versão de “Pecado Capital”, um dos maiores sucessos da história da dramaturgia brasileira e da carreira de Janete Claire. A trama original, exibida em 1975, no horário das 20 horas, é marcada pelo realismo, tem como pano de fundo o universo suburbano carioca e traz um triângulo amoroso formado pelos atores Francisco Cuoco (Carlão), Betty Faria (Lucinha) e Lima Duarte (Salviano). O elenco também conta com Milton Gonçalves, Rosamaria Murtinho, Marco Nanini, Elizangela, Ilva Niño, entre outros.

“Dinheiro na mão é vendaval / Na vida de um sonhador…” Na voz de Paulinho da Viola, os versos embalam a música de abertura da novela e anunciam a premissa da história. Carlão é um motorista de táxi e noivo de Lucinha. É mulherengo, porém dono de um bom coração e amado pelos vizinhos do Méier, bairro onde mora. Em um dia de trabalho, encontra uma mala cheia de dinheiro roubado que assaltantes em fuga esqueceram em seu carro. A partir disso, vive uma crise de consciência entre entregar à polícia, correndo o risco de ser acusado de cúmplice do roubo, ou usar o dinheiro para resolver seus problemas. 

Lucinha, sua noiva, trabalha na fábrica de confecções do industrial Salviano Lisboa. Escolhida para estrelar uma campanha publicitária, ela começa a fazer sucesso como modelo e, logo após, acaba se envolvendo com Salviano. Carlão não se dá conta de que não é o dinheiro que o separa de seu amor. E, para provar à ex-namorada que é capaz de competir com Salviano, ele compra uma frota de táxis e dá início a sua ascensão social.

Na verdade, “Pecado Capital” foi criada em situação emergencial, pois a ocupante original no horário, “Roque Santeiro”, teve sua exibição vetada pela censura do Governo do Brasil. Integrantes do elenco e cenários de “Roque Santeiro” foram reaproveitados na trama escrita por Janete Clair e dirigida por Daniel Filho.

Um remake de “Pecado Capital” foi produzido pela Rede Globo, em 1998, e exibida no horário das 18 horas. Desta vez assinada por Gloria Perez, a novela teve direção de núcleo de Wolf Maya, e tinha no elenco Carolina Ferraz, como Lucinha e Eduardo Moscovis, como Carlão. Francisco Cuoco também atuou nessa segunda versão, desta vez no papel de Salviano Lisboa.

 

Artigo anteriorProcon autua postos de gasolina em Araruama e Cabo Frio
Próximo artigoFeliz com o personagem