Projeto de lei inclui portadores de fibromialgia em atendimento prioritário

O vereador Thiago Moura (foto) protocolou na segunda-feira, dia 21, na Câmara Municipal,  Projeto de Lei (PL) que torna obrigatório o atendimento de portadores de fibromialgia em serviços públicos e  privados de Araruama.

Segundo o PL, as placas de identificação de atendimento prioritário deverão ter o símbolo dos portadores inseridos. A identificação dos beneficiários se dará por meio de  cartão expedido gratuitamente por meio da Secretaria Municipal correspondente.
A fibromialgia (FM) é uma síndrome clínica que se manifesta com dor no corpo todo, principalmente na musculatura. Junto com a dor, a fibromialgia cursa com sintomas de fadiga (cansaço), sono não reparador (a pessoa acorda cansada) e outros sintomas como alterações de memória e atenção, ansiedade, depressão e alterações intestinais. Uma característica da pessoa com FM é a grande sensibilidade ao toque e à compressão da musculatura pelo examinador ou por outras pessoas.
Artigo anteriorInelegível até 2027,Riverton Mussi, ex-prefeito de Macaé acumula quase 500 processos judiciais
Próximo artigoProjeto Esporte Presente tem seis núcleos inaugurados em Silva Jardim